Comendo a passageira gostosa do Uber

Trabalho como motorista de aplicativo, e acabei comendo a passageira gostosa que me deu mole numa madrugada depois de uma festa. Vou trocar alguns dados caso algum conhecido leia esse relato, afinal, não quero me complicar e nem complicar a moça.

Tudo começou durante um evento que teve aqui na cidade, eram dois dias de show, com artistas bem famosos. Peguei muita gente nesse dia, justamente pra levar até o local onde estava sendo realizada a festa. Foi tanta mulher bonita entrando no carro, eu ouvi cada história safada. Muitos passageiros não se importam de revelar sua intimidade dentro do nosso carro, já que imaginam que não verão a gente outra vez.

Quando deu umas 3 horas da manhã, recebi um chamado para a região do show, eu estava ali perto pra pegar algumas corridas. Entraram no carro três amigas, cada uma mais bonita que a outra, mas não pude deixar de olhar para A morena que sentou no banco da frente comigo. Ela estava com um vestido preto bem coladinho, bem curtinho também, deixando suas coxas grossas bem expostas.

De vez em quanto eu dava uma olhadinha sem ela perceber, e no meio do caminho a gente foi conversando. Ela disse que as amigas estavam bem bêbadas e como ela não gostava de beber, tinha que tomar conta delas, falou que seu nome era Vanessa, tinha 20 anos e outras amenidades.
comendo a passageira
Ela perguntou se eu era casado, disse que sim, e ela começou a perguntar se Minha mulher não tinha ciúmes de me deixar trabalhar aquela hora pegando tantas mulheres. Respondi que Minha esposa era tranquila, e continuamos conversando. Deixei as amigas dela em casa, acreditei que ela fosse ficar lá também, mas ela disse que tinha colocado uma parada.

Depois que deixamos as amigas dela, a Vanessa ficou bem mais safadinha, começou a passar a mão na minha perna enquanto a gente conversava, aquilo me deixou com tesão, então retribui passando a mão nas coxas dela também e comentei que ela era muito gata, e ouvi dela o seguinte:

-Sobe mais a mão, tem um lugar mais interessante aqui em cima…

Fui subindo a mão e alcancei a calcinha dela, tava bem molhadinha e senti o calor dela bem na minha mão. Tava difícil prestar atenção no trânsito desse jeito, então ela sugeriu dar uma parada em qualquer lugar que fosse discreto. O único lugar que consegui pensar foi uma praça, que tava deserta.

Estacionei o carro embaixo de uma árvore, travei as portas e ela já veio abrindo meu zíper e batendo uma punheta pra mim. Ela me masturbava e chupava ao mesmo tempo. Senti sua boca quentinha e bem gostosa engolindo meu cacete todo até o talo.
comendo a passageira
Eu segurei os cabelos dela e forcei mais a entrada do meu pau na boca gostosa da gatinha. Ela babou muito em cima do meu caralho. Depois de me chupar bastante, deitei meu banco e fiz ela sentar no meu colo, com a gente se beijando sem parar e eu mamando seus peitos gostosos bem durinhos. Ela gemia, seu corpo tava bem quente e a safada começou uma dança sensual na minha pica.

Afastei sua calcinha minúscula e introduzi minha pica. Depois que meu pau entrou ela começou a quicar gostoso. Foi muito excitante, ela me mordia todinho, eu agarrava seus peitinhos gostosos, era tudo uma delícia mesmo.

-Senta gostoso com essa buceta no meu pau. Tão apertadinha, que delícia, caralho!
comendo a passageira
Ela continuou a rebolar na minha vara, seus gemidos me deixavam mais excitado e mesmo com o ar condicionado ligado, a gente tava pingando de suor. Queria foder ela em outra posição, então pedi pra ir ao banco de trás, coloquei ela com a bundona pra cima e encaixei minha pica de novo. Ela gritava de tesão, rebolava e me pedia mais.

-Isso! me fode gostoso seu filho da puta, mete esse pauzão em mim!

-Tu tava doidinha por uma pica né safada? sente meu caralho entrando fundo na sua bucetinha.

-Assim que eu gosto, come minha buceta até me deixar arrombada.

E assim, fui Comendo a safada com força até dar uma gozada gostosa. Perdi uma boa grana com o tempo que passei comendo ela ao invés de pegar algum passageiro, mas valeu a pena demais ter fodido uma gostosinha como ela.

Deixe uma resposta