Minha Esposa e meu amigo.

E com uma imensa satisfação e com o corpo ainda em êxtase que venho relatar uma experiência única que pude vivenciar com a minha mulher. chamo-me bernado e ela vitoria, somos do interior da bahia, tenho 29 anos e ela 25 anos. Ela uma morena alta com um corpo maravilhoso, com umas curvas sensual tipo aquelas mulheres gostosa, eu um pouquinho mais alto que ela, gordinho, mais boa pinta, fazemos um belo casal, volta e meia somos elogiados por isso. Estamos juntos a 7 meses, porem desde a primeira semana juntos sentimos que o nosso relacionamento e algo diferente, intensidade, sintonia, são características vivas nesse relacionamento, parece que vivemos em outra vida, juntos e vinhemos dar continuidade nessa, mais vamos la ao que interessa.

Tudo começou numa conversa simples que estávamos tendo sobre casais do nosso meio de convivo, que vivem bem, foi quando falamos de uma prima dela que curtia sexo a 3, e vivia muito bem, obrigado (rsrs). Acabamos o assunto e a conversa morreu ali. Pior que só a conversa mesmo que morreu, pois na minha mente eu ficava pensando, serio ? Sera que e possível ? porem tentava ocupar sempre a minha mente para não pensar mais no assunto. Dias se passaram e estava sendo difícil contornar esses pensamentos, foi quando eu decidir estudar sobre o assunto,relatos , vídeos , blogs de psicologia , dentre outros. Mais ate então vitoria não sabia de nada. O tempo se passou e eu cada vez mais envolvido com o assunto , foi quando eu resolvi começar a dar algumas indiretas pra ela, para ver qual a reação dela. Esperei o melhor momento e claro que era na hora do sexo, que por sinal ela faz de uma forma espetacular. No meio do nosso sexo comecei a perguntar se ela tinha vontade de ter outro cara ali comendo ela, a reação dela foi espanto, mais não respondeu nada, ai não insistir e não perguntei mais.

Dias se passaram e novamente eu toquei no assunto, mais novamente não tive reposta, e também não insistir, queria deixar ela a vontade. No dia seguinte ela chamou-me para conversar e perguntou se era serio aquilo ou não passava de uma fantasia na hora de sexo. Juro a você que eu pensei um pouco antes de responder, mesmo estando dias lendo sobe o assunto, mais ai respondi que sim, que era serio aquilo. Sempre nas nossas relações eu colocava uma sementinha, foi aí que ela foi se soltando mais e entramos no assunto completamente, na hora do sexo começou a dizer que queria outra rola na boca dela, que queria dar pra dois machos e assim fomos levando nosso sexo. Depois de alguns dias cheguei pra ela e falei que tava na hora de realizarmos esse fetiche, porem a pergunta dela foi a mesma que eu vinha me fazendo a dias, com quem iriamos fazer isso. De inicio pensamos em um garoto de programa, ate por ser a primeira vez de ambos em uma situação dessa, queríamos um pouco mais de privacidade, e não sabíamos como iriamos reagir e começamos a pesquisar em sites, algum cara que ela simpatizasse. Em meio a esses dias de busca, um amigo que fizemos curso técnico, que volta e meia nos vimos, me mandou uma mensagem, falando para marcamos com a galera do curso para tomar umas cervejas, foi ai que deu um estralo em minha mente, comecei a pensar se daria certo como essa terceira pessoa na nossa relação, foi quando falei com minha mulher sobre ele, ai ela logo me questionou se ele era casado e as minhas respostas foram empolgando ela, uma pessoa de muita confiança e que tinha separo, porque se fosse casado ela não ia querer de forma nenhuma. Pronto ai ela deu o ok , SO me restava agora falar com ele, para ver se ele toparia e marcaríamos algo la em casa.

No mesmo dia chamei ele no zap e comecei falando que ele era uma pessoa de confiança e se eu poderia desabafar algo com ele, ele falou que sim, claro que poderia falar e ficaria ali , seja la o que eu fosse falar. Expliquei a situação e disse a ele o que eu e minha mulher queríamos fazer, se ele toparia essa aventura. de inicio ele demorou um pouco pra responder, porem respondeu perguntando se isso não iria afetar no meu relacionamento com minha mulher mulher e também se não iria interferir na nossa amizade. Deixei ele bem tranquilo quanto a isso, ai ele topou, e logo marcamos para o próximo domingo um churrasco la em casa. So pra ressaltar minha mulher nao conhecia ele ainda pessoalmente e por isso queria conhece-lo primeiro pra saber se ela iria querer ou não, fiz questão de deixar ele ciente disso, para que não vinhe-se empolgado de mais que poderia não acontecer nada.

Os dias foram se passando e todos eles nos comentávamos sobre o assunto, como seria, o que iramos fazer, o que não iriamos fazer, e toda essa atmosfera era exitante de mais, parecia uma pre liminar. Transávamos pensando no dia e gozávamos loucamente. Na noite anterior ao domingo nem dormimos direito de tanta ansiedade, ate que o domingo chegou, um domingo de sol forte, bem propicio pra tomar umas geladas e assar uma carne.

Levantamos da cama fiz questão de parabenizá-la pelo seu sia, pois era um domingo 8 de marco, dia da mulher. Arrumamos a casa e ficamos no aguardo de nossa visita, vale ressaltar que ela estava linda, com uma roupa comportadinha, cabelo solto e um perfume que SO usava em ocasiões especiais, eu logo maldei e pensei comigo, ela entrou no clima literalmente. Por volta das 11 da manha ele chego, trouxe algumas cervejas e começamos a conversar sobro nosso tempo de curso, que por sinal temos muito assunto. Ela tava meia tensa no inicio, porem foi conhecendo ele e ficando mais a vontade, logo estávamos os 3 rindo de nossas historias, foi quando eu perguntei a ele pelo zap mesmo se ela ia querer que rolasse, se tinha gostado do meu amigo. Porem ela falou que tava nervosa, não sabia se queira ou não, foi ai que eu resolvi tomar a frente, avisei a ela que iria no banheiro e fiz o mesmo com ele. Falei a ambos que ficassem a vontade na minha ausência, foi quando eu levantei e me direcionei pro banheiro, em seguida ficou um silencio de imediato, esperei um pouquinho e olhei pra trás, ele já tinha levantado da cadeira e ido pra perto dela e os dois já estavam se beijando loucamente. Em um desses beijos ela viu que eu estava olhando, foi ai que ele soltou de vez . ele começou a chupar o peitinho dela e ela me olhando com a cara de safada, dando um sorrisinho que eu ficava louco com aquela cena. Não demorou muito e ela já estava com a rola dele na boca, chupava de um jeito que parecia que ia ranca, e eu louco com aquela cena , já estava batendo uma, não resistir e fui de encontro a eles e de imediato puxei ela para cama, fiz questão de ver como tava aquela bucetinha, que estava toda encharcada. Coloquei ela ajoelhada e colocamos ela pra mamar em 2 rolas ao mesmo tempo, ela ficava louca, hora chupava uma , hora outra , colocava as duas na boca, visivelmente ela estava em um tesão imenso, foi quando coloquei ela de quatro e mandei ela me chupar , deixando a bucetinha e o cuzinho aberto pro meu amigo, que naquela altura já estava curtindo de mais o momento. Ele começou a chupar a bucetinha dela, e eu mandei ele passar a ling no cuzinho também e por sinal ela ama de mais isso, e assim ele fez. Ela gritava loucamente, foi quando decidir pegar as algemas que tinha comprado especialmente pra esse dia. Algemei ela com os bracos pra traz , de quatro ainda, e foi minha vez de chupar ela e ele ser chupado. Enfiava o dedinho com muito carinho no cuzinho dela, que por sinal nunca viu uma rola , ta apertadíssimo. Comecei a fuder e ela não tirava a rola dele da boca, um cena que só de imaginar da vontade de gozar. Passamos alguns minutos ali e meu amigo já estava doido pra meter nela, foi quando eu perguntei a ele se ela queria a rola dele, imagina qual foi a resposta, exatamente isso, ela gemia dizendo que queria. Ele não perdeu tempo, colocou a camisinha e começou a fuder minha mulher. Ela gritava de tesão e eu sempre tapando a boca dela com minha rola. Invertemos os papeis umas 3x e ela sempre algemada sem poder de reação nenhum. Ja não aguentávamos mais, já estávamos loucos pra gozar, foi quando resolvir soltar e ela e colocar pra mamar os dois novamente, gozei primeiro na boca dela e ela não desperdiçou nada , bebeu tudoo, em seguida ele gozou na cara dela, que por sinal melou o rosto todo, muita porra na cara. Demos um tempinho e fomos para o banheiro apenas eu e ela, começamos a nos beijar loucamente e fudemos novamente no banheiro. Meu amigo já todo vestido, já querendo saber quando poderia comer ela de novo. Tomamos mais algumas cervejas e ele foi em bora. A noite ainda fudemos novamente pensando em tudo aquilo que tinha acontecido.

Agora que desbloqueamos, já estamos pensando na próxima aventura, que com certeza eu irei relatar aqui.

Compartilhe com seus amigos:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

1 comentário em “Minha Esposa e meu amigo.”

Deixe uma resposta