O incício de tudo – minha vó

Eu tinha 13 anos, quase 14 anos, e como a maioria dos adolescentes da minha idade tinha muito tesão na minha mãe.

Nessa época ela tinha 36 anos, branca uns 1,60m 55k, olhos claros, cabelos cacheados claros, tipo madame de academia, bundão, silicone e lisinha.
Sabia que era lisinha pois sempre dava um jeito de espiar ela no banho ou trocando de roupa.

Até que um dia dei mole e ela me pegou batendo uma com uma calcinha dela na boca.

Ela ficou louca da vida e me mandou passar o final de semana na casa da minha avó, mãe dela.

Minha vó é a versão mais velha da minha mãe sem silicone, mas com peitão e muito peluda. Na época ela tinha 58 anos, e pra mim era uma delícia.
Enfim, cheguei lá de cabeça baixa e ela querendo saber o motivo (claro que ela já sabia). E eu me tranquei no quarto.

Ela insistindo em conversar e eu não respondia. Até que percebi um silêncio e fui tomar banho.

5 minutos depois a porta do banheiro Abre com tudo minha avó entra e senta no vaso E pede para abrir a porta no box.

Conforme ela vai falando que sabia de tudo e achava normal, meu pau começa a ficar duro e ela começa a reparar.
Até que ela diz:
– Se eu fosse sua mãe tinha feito outra coisa.
Perguntei:
O que?
Respondeu:
– Tinha ensinado tudinho.
Aí sem pensar eu disse:
– Vó venha tomar banho comigo por favor.
Ela entrou de roupa e tudo no banheiro e perguntou oque eu já tinha feito para mulher.
Respondi que nunca tinha feito nada nem beijar.
Ela disse no meu ouvido hoje você vai aprender tudo e se gostar vai ter a hora que quiser.
E ela me beijou meu primeiro beijo mas foi rápido logo ela tirou a roupa ficou de joelhos e começou a mamar.
E também rapidamente gozei na boca dela, morrendo de vergonha, pois não sabia se era para avisar e também por ter sido rápido.
Até que ela se levanta passando a língua nos lábios me dá um selinho e diz:
– Sua vez de retribuir.
Abaixei na hora e coloquei minha boca no meio daquela floresta enquanto minha língua lambia conseguiu ouvir os gemidos dela.
De repente uma baba começa a correr ela estava gozando de escorrer na minha boca.

Que delíciaaaaaaaaaaaaa.
Levantei em seguida e beijei muito ela.
Nos enchugamos e fomos pro quarto de, e ela mandou eu deitar. Veio por cima de mim e começamos meu primeiro 69.
Não demorou muito e ela tava sentada no meu pau subindo e descendo. Que sensação maravilhosa.
E timidamente pedi pra ela ficar de 4.
Prontamente ela atendeu e comecei, tava tão bom que demorei pra reparar o cuzinho rosinha dela.
Nossaaaaaaaaaaaaaa,
Fiquei maluco e sem dizer nada, rapidamente comecei a lamber o cuzinho dela. E graças a deus ela adorou.
Deixei bem molhadino e coloquei bem devagar até o final.
Ela deu um pulo kkkkkkkkkkkkk
Fui indo mais rápido até dizer que ia gozar.
Mas não deu nem tempo, comecei gozando dentro do cuzinho dela terminando na boca.
Foi o ínicio de tudo.

Deixe uma resposta